Abcesso e seus tratamentos naturais

O que é o abcesso

É um acúmulo de pus que provoca dor, calor e edema local.

Embora o abcesso possa aparecer em qualquer local do corpo, os locais mais comuns são as axilas, áreas ao redor do ânus e da vagina, na base da espinha dorsal e em torno de um dente.

O furúnculo, por exemplo, é um abcesso decorrente da inflamação de um folículo.

Os antibióticos não costumam curar um abcesso. Em geral eles devem ser abertos e drenados para que melhorem. Há casos em que ocorre a drenagem por conta própria mas em geral devem ser abertos por um médico com instrumentos esterilizados. Evite de fazer isso por conta própria pois existe o risco de pegar uma infecção séria.

Os abcessos tendem a continuar piorando se não forem cuidados. E existe um risco da infecção se espalhar pela corrente sanguínea.

Pessoas com o sistema imunológico enfraquecido costumam ter abcessos com mais frequência. Além disso, a falta de higiene e a exposição a ambientes sujos também contribuem bastante para uma maior frequência no aparecimento de abcessos.

figura mostrando como se forma um abcesso
O abcesso é um acúmulo de pus que se forma no interior dos tecidos do corpo

 

Sintomas do abcesso

  • Você está com uma ferida maior do que 1 cm de diâmetro;
  • A ferida aumenta ou se torna mais dolorosa com o passar do tempo;
  • A ferida está em ou perto de sua área retal ou na virilha
  • Você tem febre de 38°C ou superior;
  • Você tem uma raia vermelha saindo de perto do abscesso
  • Você tem alguma ou todas as condições acima.

Caso você apresente alguns dos sintomas abaixo junto com o abcesso procure atendimento de emergência:

  • Febre de 39°C ou superior;
  • Os gânglios linfáticos estão inchados, e não apenas os próximos do abscesso;
  • Abscesso facial maior do que 1 cm de diâmetro.

 

Causas do abcesso

Os abscessos são causados por uma obstrução das glândulas sebáceas ou glândulas sudoríparas, inflamação dos folículos pilosos ou pequenas interrupções e perfurações da pele. Micro-organismo podem infectar essas glândulas, o que provoca uma resposta inflamatória do organismo, a fim de matar esses germes.

Dentro do abcesso há células mortas, bactérias e outros detritos. Esta área começa a crescer, criando uma tensão sob a pele e inflamação dos tecidos em volta.

 

Como é feita a remoção cirúrgica de um abcesso

Como afirmamos antes, os antibióticos nãos costuma curar um abcesso. Em geral, eles devem ser abertos e drenados. O vídeo abaixo mostra como é feita a cirurgia para isso.

 

Tratamentos naturais do abcesso

Balneoterapia

Aplicações locais de compressas úmidas quentes, 3 a 5 vezes ao dia.

 

Climatoterapia

Se possível, expor o abscesso ao sol depois de aberto, para apressar sua cicatrização. A exposição será de 5 minutos no primeiro dia e a duração será aumentada na mesma proporção nos dias seguintes, até o máximo de 30 minutos.

Fazer pedidos de produtos da Avon;

Fazer pedidos de produtos da Natura;

Fazer pedidos de produtos do O Boticário;

Visitar a loja do Natural & Bela

 

Fitoterapia

  • Trombeteira (saia branca): Aquecer as folhas sob uma chapa e coloca-lás sobre o abscesso, ou então triturar 10 folhas com um pilão em 20 gramas de vaselina, e cobrir o abscesso com a mistura;
  • Beladona: Triturar 5 gramas de folhas com 20 gramas de vaselina e cobrir o abscesso com a mistura.

Homeopatia

  • Hepar sulfur CS e Myristica sebifera C4: Dissolver 15 glóbulos de cada um desses remédios em um copo de água; tornar 1 colher de sopa dessa mistura de hora em hora.
  • Cyrtopodium (pomada): Para aplicações locais.

 

Tratamentos diversos do abcesso

Cataplasmas de argila

Preparar misturando argila em água de sabugueiro; deixar descansar, se possível, 6 a 8 horas ao sol. A massa assim obtida é colocada sobre um pano velho não sintético e dobrado como um pacote achatado. Essa cataplasma deve ter 2 centímetros de espessura e o dobro da superfície a ser coberta. Recobrir com um plástico e prender com uma faixa. Conservar a cataplasma durante 1 hora e trocá-la até a absorção completa do pus.

 

Medicamentos para o abcesso

Os tratamentos naturais podem ajudar a resolver a maior parte dos nossos problemas de saúde. Mas nem sempre é possível contar apenas com eles. Por isso indicamos alguns medicamentos não naturais que podem ser empregados. Mas lembre-se: sempre consulte um médico antes de utilizá-los.

  • Avalox;
  • Bacteracin e Bacteracin-F;
  • Bactrim;
  • Bi Profenid;
  • Cetoprofeno;
  • Clindamicina;
  • Clavulin;
  • Levofloxacino;
  • Nebacetin

 

Voltar ao índice de Guias de Doenças e seus Tratamentos Naturais