Base

Não existe maquiagem perfeita sem base!

Sua função é uniformizar a cor da pele, auxiliando no disfarce de imperfeições e manchas. Para isso, em sua composição, estão presentes pigmentos que refletem a luz de maneira difusa, minimizando linhas de expressão. Existem três tipos de base:

  • Líquidas: tem cobertura mais natural e suave e são utilizadas em peles sem muitas imperfeições;
  • Cremosas: com cobertura média a espessa para peles com mais imperfeições;
  • Compactas: cobertura espessa utilizadas em peles com manchas, sardas, vasos e queimaduras.
Foto mostrando diferentes bases para maquiagem
As bases são comercializadas em diferentes estados

Quem tem a pele oleosa e jovem deve usar produtos mais secos, como pós. Eles contêm mais pigmentos, maior poder de cobertura, e camuflam bem as imperfeições. Peles mais secas, ou mais maduras, necessitam de maquiagens cremosas e líquidas.

Outra função mais recente da base, graças ao progresso científico da indústria de cosméticos, é a de proteger a pele do sol e da poluição e combater os radicais livres. Mas essa função só existe nos produtos dos melhores fabricantes como a Natura e a Avon, por exemplo.

Passe a base em todas as partes expostas: rostos, pescoço, orelhas e colo; do contrário a base dará um efeito máscara.

Fazer pedidos de produtos da Avon;

Fazer pedidos de produtos da Natura;

Fazer pedidos de produtos do O Boticário;

Visitar a loja do Natural & Bela

Existem várias texturas de base para diferentes tipos de pele e tonalidades para cores de pele. Escolha a base adequada para a pele e lembre-se, por exemplo, que a cor dela tende a variar conforme a estação do ano.

  • A base não deve ser nem clara (que deixa a aparência de máscara) nem escura demais (que acentua as linhas finas e rugas);
  • Se a pele estiver bronzeada é necessária à escolha de outra base, alguns tons mais escura que a da utilizada habitualmente;
  • No caso da maquiagem corretiva podem-se alternar dois tons de base, a primeira que é utilizada em todo o rosto (de acordo com o tom da pele) e outra que pode ser mais clara ou mais escura. É bom lembrar que essa escolha vai depender da função corretiva, lembrando que as cores claras chamam atenção e as escuras disfarçam;
  • Caso a base não tenha fator de proteção solar, pode-se (e deve…) usar um protetor solar por baixo dela, aguardando sua secagem para a aplicação da base.

Para testar a base o lugar mais indicado é a linha do queixo. A tonalidade que se igualar ou mais aproximar do seu tom de pele é considerada a ideal. O ideal é testar a base em um local com boa luz, de preferência natural por que a luz artificial das lâmpadas altera a cor da pele.

Na prática é comum um maquiador ter um grande número de bases em sua maleta.

Voltar ao índice de Como Fazer Maquiagem.