Propriedades terapêuticas das algas

As algas, vivendo num meio abundante em elementos químicos e contendo praticamente todos os elementos necessários à vida, concentram nelas uma quantidade muito maior deles do que as plantas terrestres.

Devido a essa concentração de elementos, elas podem então proporcionar aos órgãos ou sistemas doentes do nosso organismo os elementos e compostos orgânicos indispensáveis ao seu restabelecimento.

Por exemplo, um determinado tipo de alga (as Laminarias) tem um suco viscoso capaz de estancar hemorragias em cirurgias.

O médico pode recorrer à prescrição do uso de algas em muitas doenças. Por exemplo, certas algas azuis possuem propriedades anti-inflamatórias  enquanto outras são bactericidas e agem como antibióticos contra os estafilococos e cocobacilos. Já o carragueno é empregado há muito tempo como sedativo da tosse. Podemos também mencionar as propriedades vermífugas de algumas algas e as laxativas e purgatórias de outras.



Função do iodo

O iodo existe em grande quantidade nas algas Laminariales, numa proporção de até 0,5% do seu peso seco. Tem um papel importante no metabolismo em geral e primordial no funcionamento da glândula tireoide.

foto da alga guam
As algas do tipo guam são ricas em minerais, entre eles o iodo

Fazer pedidos de produtos da Avon;

Fazer pedidos de produtos da Natura;

Fazer pedidos de produtos do O Boticário;

Visitar a loja do Natural & Bela

 

Função dos sais minerais

Entre eles convém ressaltar a presença do cálcio, do flúor e de sua importância para o esqueleto em geral.

Também há o magnésio, que favorece o equilíbrio do cálcio e cuja aplicação é necessária em todos os estados de senilidade precoce.

O cálcio e o magnésio são encontrados principalmente nas algas do gênero Lithothane.



Função das vitaminas

Nas algas encontramos um certo número de vitaminas indispensáveis à manutenção do equilíbrio biológico do indivíduo:

  • Vitamina A: vitamina indispensável ao crescimento e à resistências às doenças, com ação eficaz nos casos de raquitismo, perda de peso;
  • Complexo B: com vitaminas para atuar no equilíbrio nervoso, para evitar a fadiga e manifestações reumáticas e contra a anemia;
  • Vitamina C: a mais importante presente no talo das algas e que age como destruidora de toxinas. Também tem papel destacado na resistência à fadiga;
  • Vitamina D: constitui-se em um fator anti-raquitismo importante por sua propriedade de fixar o cálcio;