Sonolência, possíveis doenças e tratamentos sugeridos

Descrição de sonolência

Sono imperfeito e repentino; transição entre o sono e a vigília.

Manifestações:

  • Distúrbios Digestivos: Desequilíbrio dietético, Dispepsia;
  • Distúrbios Renais: Uremia;
  • Perturbações do Sono: Fadiga e Insônia.

 

A sonolência pode ser sintoma de:

Desequilíbrio Dietético

Consequência do abuso de gorduras e de farináceos, que acarreta dificuldade de digestão, produzindo um estado de sonolência após as refeições.

 

Dispepsia

Sendo a digestão mais demorada, pode ocorrer um estado de sonolência durante essa operação.

 

Uremia

O estado incomum de torpor, acompanhado por dores de cabeça e cãibras, pode ser o sinal de alarme de urna moléstia dos rins.

 

Fadiga

Estafa e convalescença necessitam de sono mais prolongado do que o habitual.

 

Insônia nervosa

Quando não se dorme o suficiente à noite, pode ocorrer sonolência durante o dia.

foto mostrando moça sonolenta
Uma vida estressada e com pouco exercício físico pode acarretar em insônia nervosa

 

Fazer pedidos de produtos da Avon;

Fazer pedidos de produtos da Natura;

Fazer pedidos de produtos do O Boticário;

Visitar a loja do Natural & Bela

 

Tratamentos naturais de sonolência

Acupuntura

A aplicação das acupuntura é indicada principalmente para sonolência de origem digestiva e nervosa.

Balneoterapia

Tornar meio banho frio, de 5 minutos, ou banho de assento frio, de 1 a 2 minutos, à noite, antes de deitar. Banhar os pés com água fria por 5 minutos, antes de deitar.

Afusão de água fria, utilizando um recipiente de boca larga ou molhando o corpo com uma esponja.

Com tempo bom, caminhar descalço na relva úmida de orvalho.

Banhos quentes com essência de agulhas de pinheiro, 1 ou 2 vezes por semana.

Dieta

Fazer refeições leves e equilibradas. Regime com poucos alimentos gordurosos e feculentos.

Consumir maior quantidade de vitamina C, encontrada nas frutas cítricas, na batata, pimentão, salsa, leite, rabanete, tomate, repolho verde e agrião.

Fora das refeições tomar, em abundancia, águas pouco mineralizadas para eliminar as toxinas.

 

Ergoterapia

Caminhar após as refeições para facilitar a digestão.

 

Fitoterapia

  • Genciana (raízes): Infusão de 30 g por litro, deixar descansar 10 minutos; tornar 3 xícaras ao dia;
  • Hortelã-Pimenta (folhas e extremidades floridas): Infusão de 30g por litro; tomar 3 xícaras ao dia, adoçadas com mel.

 

Hidroterapia

Tomar pela manhã, em jejum, a critério médico, 1 capo de água alcalina amornada em banho-maria.

 

Homeopatia

Nux vomica C4: Tomar 3 glóbulos, 4 vezes ao dia.

 

Voltar ao índice de Sintoma, possíveis doenças e tratamentos sugeridos